Partícula D2W - O que você precisa saber
Imprimir

1) Plásticos produzidos com d2w atendem a leis que obrigam o uso de plástico biodegradável?
R: Sim. Plásticos corretamente produzidos com tecnologia e aditivos patenteados d2w são biodegradáveis e atendem a todas as leis de plásticos biodegradáveis no Brasil e no mundo. Além disso, plásticos biodegradáveis são recicláveis juntamente com os plásticos convencionais e podem ser fabricados a partir de plásticos reciclados. São também certificados pelo Instituto Ideais e pela OPA.

2) Posso imprimir: “Plástico Biodegradável”, ‘Embalagem Biodegradável “, “Sacola ou Saco Biodegradável”quando corretamente produzido com d2w?
R: Sim. Plásticos d2w são biodegradáveis, cumprindo todos os critérios contidos nas normas BS 8472, ASTM 6954-04, AFNOR AC T51-808, Swedish Standard SPCR 141 - Appendix 4 e UAE.S 5009:2009. Recomendamos a impressão destas normas na embalagem e nos materiais de divulgação, e-mails e sítios na Internet.

3) Plásticos d2w são menos impactantes para o meio ambiente?
R: Sim. Relatório independente de Análise de Ciclo de Vida sob norma ISO 14040 provou que plásticos d2w são melhores em 10 das 11 categorias de impacto ambiental quando comparadas com plásticos produzidos com derivados de amido.

4) Quais normas foram usadas para testar plásticos e aditivos d2w?
R: Além dos testes seguindo as normas citadas na pergunta 2 ( acima ) aditivos, plásticos d2w, plásticos d2w em degradação e biodegradação, e o resultado final foram testados utilizando as normas ISO EN 13432**, OECD 301-B*, ISO 14855:1999**, EN ISO 14855:2005**, OECD 301 – F*, ASTM 6400**, OECD 207**, OECD 208**, ABNT NBR 12713:2004*, ABNT NBR 13373:2005*, CETESB L6.350*, CETESB L5.0018 – 1991* e de acordo com as diretrizes do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento ( MAPA)*.
* Testes realizados no Brasil por universidades, centros de pesquisa e laboratórios independentes e acreditados
** Testes realizados no exterior por universidades, centros de pesquisa e laboratórios independentes.
Observação. A norma EN 13432 é a base da norma ABNT NBR 15.448-2:2008

5) Plásticos d2w já foram biodegradados em compostagem? Podem ser vendidos como sendo compostáveis?
R: Sim. Sacos plásticos d2w, com 35 microns de espessura por parede, biodegradaram completamente em 32 dias numa usina industrial e profissional de compostagem. Usina esta devidamente registrada e acreditada. Outros testes realizados no Brasil provaram que plásticos d2w, com até 35 microns de espessura por parede, biodegradaram totalmente e o composto orgânico atende as diretrizes do MAPA.
Observação. Antes de fornecer e vender plásticos d2w como sendo compostáveis, é preciso verificar as condições existentes na usina de compostagem para onde serão destinados, assim como o registro obrigatório da usina de compostagem junto ao MAPA. Com estas informações a RES Brasil e a Symphony poderão avaliar se o produto final - plástico biodegradável d2w – terá o mesmo comportamento apresentado nos testes acima.

6) O que são aditivos d2w?
R: Sob o ponto de vista químico, aditivos catalisadores d2w são 100% orgânicos e são constituídos de substâncias presentes nas listas positivas da ANVISA. São testados, aprovados e usados no mundo todo por não conterem substâncias perigosas, nem metais pesados.

7) Quanto tempo leva para um plástico d2w biodegradar?
R: Dois testes realizados no Brasil, por laboratórios independentes mostram:
Teste 1. Norma OECD 301-F. Resultado: Plástico d2w apresentou 26,4% de biodegradação em 28 dias.
Teste 2. Norma OECD 301-B. Resultado: Plástico d2w apresentou 82,46% de biodegradação em 28 dias.
Contudo, não recomendamos a impressão e divulgação de prazos para que a biodegradação ocorra. O motivo se dá pelo fato que as condições na natureza são variáveis, assim como os tipos de plástico, espessura, pigmentos, resinas e processos são bastante variáveis. Uma mesma sacola d2w pode ter velocidade de degradação diferente dependendo da estação do ano, da cor e outros fatores que variam.
As normas de biodegradabilidade em ambiente aberto não consideram o tempo, e sim a capacidade de biodegradabilidade e segurança para o meio ambiente.

8) Aditivos d2w estão em conformidade com as resoluções da ANVISA?
R. Sim. Esse é um grande diferencial. d2w é o único aditivo biodegradável que possui parecer oficial da ANVISA, emitido e assinado pela própria ANVISA. Isso confere característica única de segurança, muito mais confiável do que simples declarações de conformidade escritas pelo próprio fabricante de aditivo. Além disso, d2w está em conformidade com a FDA e União Europeia. Plásticos d2w são os únicos no mundo, em sua categoria, que são utilizados em embalagens plásticas para contato com alimentos, medicamentos e cosméticos.

9) Qual a vantagem em utilizar plásticos d2w?
R: Não existe país no mundo que tenha resolvido o problema do descarte acidental ou proposital de resíduos no meio ambiente. Realisticamente, sempre existirão pessoas que descartam incorretamente plásticos e outros materiais no meio ambiente, causando todos os problemas que conhecemos bem. O propósito da tecnologia e catalisadores d2w é manter todas as características fantásticas do plástico, inclusive a capacidade de ser reciclado, mas na hipótese do plástico ser descartado no meio ambiente será muito mais rapidamente biodegradado, sem deixar resíduos nocivos para o meio ambiente e para a vida. Sempre cumprindo normas vigentes.

10) Aditivos d2w contêm Ferro?
R: Não. Ferro é conhecido por suas propriedades de foto degradação na presença de raios UV. Mas não significa que vai promover a biodegradação nos lixões, aterros e em ambientes onde não exista luz.

11) O que tem que atender as normas de biodegradabilidade em vigor? A matéria-prima ou o produto final?
R: Todas as normas em vigor, de medição de biodegradação, ou de compostabilidade de plásticos levam em conta o produto final, e não a matéria-prima, aditivos etc. O que tem que ser testado é o produto plástico. Da forma que chega ao mercado consumidor.

12) Comparando com plásticos derivados de amido, quais são as diferenças e vantagens do plástico d2w?
R: Plásticos d2w provaram serem menos impactantes em 10 de 11 categorias de impactos ambientais consideradas na Análise de Ciclo de Vida realizado pela Intertek.
Plásticos derivados de amido não podem ser reciclados juntamente com os plásticos convencionais, custam muito mais caro, e biodegradam mais lentamente que os plásticos d2w fora de ambiente controlado e artificial de compostagem.

13) d2w possui certificações ISO?
R: Sim. Além dos testes realizados de acordo com normas ISO, a Symphony / d2w é empresa certificada ISO 14004:2004 e 9001:2008.

14) Plásticos d2w emitem Metano durante sua biodegradação?
R: Não. Metano ( CH4 ) é um gás liberado durante biodegradação na ausência de Oxigênio. Metano é gás altamente explosivo e tem potencial 23 vezes maior como gás efeito estufa comparado com Dióxido de Carbono ( CO2 ).

15) Plásticos d2w são recicláveis?
R: Sim. Juntamente com os plásticos convencionais.
Já os plásticos derivados de amido não podem ser reciclados nestas condições.

16) Qual a diferença entre os termos plástico “Biodegradável”, “Oxibiodegradável” e Hidrobiodegradável?
R: Biodegradável é a capacidade de um material apresenta de ser biodegradado por microorganismos.
Oxibiodegradável é termo técnico normatizado que define como o processo de biodegradação acontece.
Hidrobiodegradável é termo técnico que define como o processo de biodegradação acontece. Neste caso, por hidrólise.
Plásticos d2w são biodegradáveis na presença de microrganismos na presença de Oxigênio.

17) Plásticos d2w biodegradam e lixões?
R: Sim, desde que existam condições propícias para isso. Estudo científico realizado por universidade brasileira mostrou biodegradação de plásticos d2w em aterros sanitários.

18) Como posso saber se uma embalagem plástica d2w é verdadeira?
R: É simples. Existe aparelho no Brasil que detecta em 1 minuto se a embalagem ou artigo plástico d2w foi realmente fabricado com d2w. Além disso, este mesmo aparelho detecta a presença de metais pesados da Diretiva RoHS. Este aparelho está em poder do Instituto IDEAIS. ( www.i-ideais.org.br )

19) Meus fornecedores tem como certificar que estão realmente vendendo plásticos d2w?
R: Sim. O Instituto Ideais emite certificação e laudo de testes.

20) Quem é responsável caso minha empresa venha a ser questionada ou fiscalizada por fabricar ou usar embalagens plásticas d2w?
R: A RES Brasil é responsável pelas informações sobre plásticos corretamente fabricados com d2w e também em relação aos aditivos e tecnologia d2w. Todas as nossas afirmações são embasadas em testes, laudos e certificações. Todas baseadas em normas internacionais. Toda a documentação está depositada junto ao Instituto Ideais.

21) Plásticos d2w e a RES Brasil recebem apoio de organizações não governamentais?
R: Sim. No Brasil recebe apoio do Funverde e da Defensoria das Águas. Plásticos d2w podem receber a impressão da logomarca da Funverde como apoiadora.

22) A quem posso recorrer se precisar de esclarecimentos sobre produção e sobre a biodegradação dos plásticos d2w?
R: A RES Brasil conta com a colaboração de professores e doutores especialistas em processos produtivos e também em biodegradação de plásticos aqui no Brasil. Além disso, a Symphony d2w conta com especialistas dedicados a sanar todas as questões de nossos clientes.

23) A RES Brasil participa de eventos relacionados aos plásticos?
Sim. A RES Brasil sempre está presente em todos os eventos relacionados a plásticos, embalagens plásticas, elaboração de normas, comitês de sustentabilidade, fóruns e eventos educacionais.

24) O Ministério do Meio Ambiente conhece e recebeu os laudos e certificações referentes a tecnologia, aditivos e plásticos d2w?
R: Sim. Desde 2001 a RES Brasil envia para o MMA todos os laudos e relatórios relacionados ao d2w, mantendo este Ministério sempre atualizado.

25) Plásticos d2w estão de acordo com a Lei da Política Nacional dos Resíduos Sólidos do Brasil?
R: Sim. Em todos os seus capítulos relacionados à redução, reutilização e reciclagem.

26) Existem plásticos e tecnologias sendo alvo de processos? Por quê?
R: Sim. Existem processos movidos pelo poder público contra empresas que divulgam falsos atributos, tais como “ biodegradável “, “ compostável “ etc. O caso mais conhecido acontece na Califórnia onde empresas de água mineral estão sendo processadas pela estado por informação falsa e enganar o consumidor. As garrafas de plásticos foram produzidas com aditivo autodenominado ecológico e orgânico.

27) Onde são produzidos plásticos d2w? Onde e quem utiliza?
R: Plásticos d2w são produzidos em mais de 90 países do mundo e são encontrados no mundo todos, como embalagens e artigos plásticos utilizados pelas mais renomadas empresas e marcas.

28) Quem é a RES Brasil?
R: É empresa 100% brasileira e atua no mercado de plásticos biodegradáveis desde 2000. Oferecemos tecnologias e materiais confiáveis e seguros para a indústria nacional produzir plásticos certificadamente biodegradáveis.

29) Quem é a Symphony?
R: Symphony Environmental Ltda. é uma subsidiária integral da Symphony Environmental Technologies PLC, uma empresa pública britânica criada em 1995 e dedicada a encontrar soluções técnicas para os problemas ambientais do mundo. É membro da OPA, da Sociedade da Indústria Química (Reino Unido), da British Plastics Federation (BPF), da Organização Européia de Embalagem e Meio Ambiente (Europen) e do Grupo Britânico de Marcas. Symphony participa ativamente dos trabalhos da British Standards Institute (BSI), da American Society for Testing and Materials (ASTM), da organização europeia de normatização (CEN) e da International Standards Organization (ISO). A Symphony tem laboratórios e instalações de testes na Inglaterra, onde constantemente testa, desenvolve e aprimora seus produtos, em colaboração com universidades e especialistas no Reino Unido e no exterior.

30) Existem aditivos iguais ou similares ao d2w?
R: Não. Aditivos catalisadores d2w são únicos e patenteados, não existindo material similar. d2w é marca registrada no Brasil.

31) Existe algum lugar no mundo onde d2w não é aceito? Existe alguma ação ou questionamento a respeito dos plásticos e aditivos d2w, ou relacionado à Symphony ou RES Brasil?
R: Não. Nem no Brasil, nem no mundo. Plásticos d2w são bem vindos e aceitos no mundo todo, inclusive por diversos governos que recomendam seu uso.

32) Existem leis no mundo proibindo sacolas plásticas?
R: Não. O que existe são leis relacionadas à espessura mínima, ou venda, ou biodegradabilidade. Em todos os casos d2w atendem a estas leis.

33) O que é a ASTM 5511.
R: ASTM 5511 é um Guia Padrão de Testes que serve para medir o nível de biodegradação de um plástico em biodigestores anaeróbios de resíduos sólidos. Este guia padrão de testes não permite que plásticos testados sejam identificados como sendo biodegradáveis.

34) Corro algum risco de produzir, fornecer, vender, distribuir e usar plásticos d2w?
R: Não. As certificações, laudos, relatórios, documentos, o cumprimento de normas e as certificações comprovam todos os atributos dos aditivos e plásticos d2w.

35) Produtos e embalagens d2w podem degradar em meus estoques antes de serem usadas?
R: Não, desde que atendidas todas as recomendações contidas no manual de produção e armazenamento. Plásticos d2w são fabricados e vendidos no mundo todo, muitas vezes em países muito mais quentes que o Brasil.

36) Embalagens d2w podem ser reutilizadas?
R: Sim, sempre que possível e antes que o processo de degradação tenha início.

 

Fonte: RES BRASILwww.resbrasil.com.br

Agencia de publicidade em Taubaté